Quando alguém decide adotar a dieta vegetariana isso significa não só abrir mão da carne na alimentação mas fazer a devida substituição por outros alimentos que cumpram as necessidades nutricionais diárias. Neste sentido, o vegetarianismo consiste em recusar qualquer tipo de carne animal – como carne de boi, porco, frango, peixe e todos os seus derivados, como presuntos, salames, salsichas, etc – buscando usufruir de toda variedade de alimentos restante. O que muda na alimentação é somente isso. É engraçado quando muitas pessoas se espantam com o vegetarianismo e perguntam: “Mas você não come nenhuma carne? O que você come então?” Daí respondemos: “TUDO menos carne”. O que se percebe é que a alimentação vegetariana usufrui muito mais da variedade de alimentos oferecida pela natureza e pelas mãos humanas do que a alimentação carnívora, fechada e restrita à carne como prato principal.

Como ser vegetariano

O que fazer para ser um vegetariano saudável

Engana-se também quem pensa que a dieta vegetariana é composta somente de folhas e frutas, apesar de se valer bastante deles. Ingredientes saborosos e temperos são privilegiados, massas com queijo e legumes, cogumelos de todos os tipos, sopas, saladas, grãos, o bom e velho arroz e feijão, a soja e sua versatilidade em se transformar em hambúrgueres, almôndegas, quibe e várias outras coisas. Se formos listar o que é possível na alimentação vegetariana citaremos TUDO, menos a carne.

Gostar de cozinhar é um ponto a mais para quem se torna vegetariano, pois são muitas as receitas possíveis, e de certo modo é necessário gostar e saber cozinhar para que se possa suprir a carência de proteínas deixadas pela carne. De nada adianta se tornar vegetariano e passar a se alimentar de salgados, pão de queijo, massas e miojo – é o que vemos muito por aí entre os jovens – e o que era para ser uma alimentação saudável, acaba trazendo problemas como obesidade, anemia e outras carências de vitaminas. É preciso privilegiar uma dieta rica em legumes, verduras, frutas e a soja, o principal substitutivo da carne em termos de proteína.

Para quem quase não tem tempo de cozinhar em casa mas se alimenta na rua, deve-se ficar mais atento em relação a certos alimentos. Restaurantes adoram colocar pedacinhos de presunto ou de frango no arroz e nas saladas. As farofas quase sempre têm carne desfiada e bacon. E muitos exemplos podem ser citados. Então se você não deseja ser pego de surpresa, esteja atento ao que você coloca no prato.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos, dietas ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um médico especialista.

Um comentário para “Dieta vegetariana: o que muda?”

  1. André Luiz Rodrigues Prado

    Ser vegetariano, é muito bom eu estou começando porque preciso muito ser…

    Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)