Uma grande dificuldade para os vegetarianos (e mais ainda para os veganos!) são as ocasiões de viagens. Entretanto, como tudo na vida, podemos evitar transtornos com um certo planejamento anterior. Saiba como proceder durante viagens, aproveitá-la sem passar fome e inclusive usufruir da comida local em suas opções sem carne! É claro que nem sempre você poderá desfrutar da gastronomia local, mas as viagens podem transcorrer normalmente sem a alimentação de origem animal estar incluída.

Viagem e vegetarianismo

Como um vegetariano deve proceder em viagens?

  1. Um primeiro ponto é pesquisar o tipo de culinária local. Uns lugares são mais propícios para os vegetarianos do que outros. Se você vai para a Índia, certamente não terá problemas, pois a alimentação vegetariana é oficial neste país. Mas se for para a Argentina, onde a carne é a principal comida, você terá certamente que se preparar melhor. Mesmo em praias você pode sentir uma certa dificuldade, pois o alimento mais consumido é sem dúvida o peixe. Saber o tipo de culinária local é o primeiro passo para se preparar e se prevenir!
  2. A preparação consiste em basicamente pesquisar! Sim, pesquisar na Internet os restaurantes vegetarianos disponíveis no lugar escolhido para a viagem. Procure informações atualizadas sobre os locais. Aqui temos a lista de alguns restaurantes vegetarianos nas principais cidades do pais, além da possibilidade de você pesquisar em sites de busca, é claro.
  3. Uma boa opção são os albergues/hostels que permitem a utilização de cozinhas. Você pode comprar os ingredientes em um supermercado local e preparar sua própria comida, com toda liberdade e em qualquer horário.
  4. Alem disso, existe a grande possibilidade de frequentar os restaurantes típicos das localidades e buscar substituições nos pratos carnívoros. Nada que uma conversa com o garçom ou o cozinheiro não resolva. Quem tem boca vai a Roma!
  5. Existe também a possibilidade de levar algumas coisas consigo, como pequenos lanches nutritivos que podem quebrar o galho entre as principais refeições. Barras de cereais, castanhas e amendoins são grandes fontes de energia e ocupam pequenos espaços. Alimentos integrais como biscoitos e macarrões instantâneos podem ajudar quando nenhum restaurante estiver disponível. Existe também a opção de salgadinhos de soja, que são do tamanho de amendoins e temperados com diversos sabores. Podem ser encontrados em mercados de produtos naturais e são fontes de proteína garantida diante de algum empecilho durante a viagem.
  6. Tenha em mente que várias culinárias internacionais que existem em diversos países oferecem opções vegetarianas em seu cardápio: os restaurantes chineses, árabes, indianos e as cantinas italianas, por exemplo. Fuja para estes caso não encontre nada que te apeteça nas opções locais da viagem!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos, dietas ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)