Definitivamente, um dos maiores problemas na transição de uma dieta carnívora para uma dieta vegana ou vegetariana está em abandonar os gostos, sabores, e até texturas dos pratos tradicionais. Por isso é que os especialistas em culinária vegana sempre adaptam receitas deliciosas para os paladares de quem está nessa transição, tentando encontrar um equilíbrio entre sabor, textura, e experiência culinária sem ter que usar quaisquer derivados de animais.

Como há vários chefs fazendo esses experimentos, é de se esperar que várias opções apareçam também para um mesmo prato. Encontramos deliciosas opções de receitas veganas para o pastel de bacalhau, todas bem saborosas e com textura e sabor que remetem à tradicional receita portuguesa.

Pastel de bacalhau vegano sem alho

A maioria das receitas de pastel de bacalhau vegano utiliza o alho e a cebola para simular a “carne” do bacalhau. Vamos começar com uma opção diferente, sem alho, para incentivar a criatividade na cozinha.

Ingredientes

  • 7 batatas descascadas (ou com casca, mas muito bem lavadas), cozidas
  • 2 colheres de maizena diluídas em 5 colheres de água
  • 2 xícaras de farinha de trigo integral
  • 1 ramo de salsa picado
  • 1 colher de sopa de mistura de algas hidratadas
  • Azeite ou outro óleo vegetal de sua preferência
  • Sal e pimenta à gosto

Modo de preparo

Cozinhe as batatas em panela de pressão em água com sal. Retire e espere esfriar. Amasse bem as batatas, fazendo um purê com elas, mas com uma consistência menos líquida (não use liquidificador ou processador de alimentos). Misture a salsa, as  algas, o sal e a pimenta. Polvilhe com a farinha integral até que a massa de batata fique moldável, com certa umidade presente. Forme pastéis com as mãos, fritando no azeite, óleo vegetal, ou air frier. Dá para misturar algumas rodelas de azeitonas pretas no pastel, e ficará uma delícia!

Receita de pastel de bacalhau vegano

Pastel de bacalhau vegano, com azeitonas pretas. Eu adorei, e você? (Foto: gula.com.br)

Pastel de bacalhau vegano com alho e cebola

Esse daqui é para quem gosta de um bom aperitivo vegano, caprichado com alho e cebola!

Ingredientes

  • 750 g de batta
  • 1 alho grande
  • 1 cebola grande
  • 200 g de farinha de trigo integral
  • 500 ml de substituto de leite (soja, coco, amêndoas, ou outro de sua preferência)
  • Tiras de alga, a gosto.
  • Azeite
  • Sal e pimenta, a gosto
  • Salsa picada, a gosto

 

Modo de preparo

Corte o alho francês em tiras pequenas, ou esmague ele, de forma que fique como se fosse a “carne” de um bacalhau. Pique a cebola e a salsa em fatias bem pequenas. Coloque as algas para hidratar no leite, por 15 a 20 minutos, ou até ficarem moles.

Enquanto as algas hidratam, em uma frigideira grande, frite o alho com o azeite, sal, e pimenta preta fresca durante alguns minutos. Depois, misture com metade do leite onde estão as algas hidratando, e deixe cozinhar em fogo brando até o leite estar bem incorporado com o alho.

O restante do leite e a alga, triture manualmente com a farinha, sal, e pimenta. Deixe cozinhar mexendo sempre em fogo baixo.

Coloque as batatas para cozinhar com água e sal e quando prontas, amasse manualmente. Pode preparar com cascar (desde que bem lavadas) ou sem casca. Amasse bem e misture com a cebola crua, a salsa, o alho, a a mistura de alga e farinha. Essa mistura final está pronta para formar os pastéis de bacalhau. Basta fritas no óleo ou air frier, e pronto!

De brinde, que tal preparar uma bacalhoada vegana?

 

 

 

Pastel de bacalhau vegano gourmet

Nada impede que você dê um toque mais chique ao seu pastel de bacalhau, não é?

Ingredientes

  • 1 xícara e 1/2 de aveia em flocos
  • 1/2 xícara de farinha de trigo integral
  • 4 batatas grandes
  • 4 colheres de sopa de wakame desidratada
  • 1 colher de sopa de shoyu
  • 1 colher pequena de colorau
  • 1 dente de alho grande amassado
  • 1 cebola média ralada
  • 1 xícara de chá de proteína texturizada de soja grossa
  • 1/4 xícara de água
  • Sal, pimenta do reino e pimenta calabresa
  • Cominho em pó
  • Cebolinha
  • Salsa
  • Azeite

Modo de preparo

Cozinhe as batatas em panela de pressão em água e sal. Use um espremedor ou garfo para amassar, mas não use processador de alimentos ou liquidificador. Adicione e mexa a farinha de trigo com a batata ainda quente, separando e deixando esfriar.

Enquanto a batata está sendo preparada na panela de pressão, ferva em 3 xícaras de água a soja texturizada, e escorra e enxágue quando ela hidrata, usando um espremedor de batatas para remover o excesso de água ou as próprias mãos. Bata um pouco no liquidificador, sem exageros, ou tente desfiar com um garfo.

Em outra panela, refogue o alho com azeite. Ao começar a dourar, adicione o colorau, e refogue um pouco mais. Adicione a soja, a cebola, o shoyu, o cominho, as pimentas, e o sal. Reserve.

No liquidificador, use o botão pulsar e triture a wakame desidratada com 1/4 de xícara de água, não triturando demais. Misture o refogado com as batatas e a farinha de trigo integral, adicionando depois a aveia em flocos, wakame triturada, salsa, e a cebolinha. Complete com mais farinha, se necessário.

A massa para os pastéis deve ficar um pouco consistente, mas não muito. Acerte o sal, e frite em óleo em fogo baixo, dando tempo para que os pasteis cozinhem por dentro. Assim que dourarem, retire do óleo e escorra em papel toalha.

Gostaram? Compartilhem nos comentários como vocês fizeram essas receitas, e as variações que vocês prepararam em casa!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos, dietas ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)