Vegans, vegetarianos e boa parte dos ativistas ecológicos nos tempos modernos raramente pensam por que se importar com a roupa que vestimos. Existe a parte do sofrimento animal, mas a moda vegan é muito mais do que isso.

A convivência entre humanos e animais, sem o sofrimento dos últimos, não depende apenas da sua dieta. Não estamos julgando outros porque pensamos que afastamos pessoas de nossos ideais quando usando táticas de amedrontamento ou de ódio para provar seus pontos de vista sobre como curamos nossos corpos com dietas mais saudáveis ou salvamos o planeta com nossas opções. O veganismo é muito mais do que isso.

O veganismo é baseado na compaixão. O julgamento de certo e errado é uma postura hipócrita sobre este ponto de vista. O caminho para levar as pessoas ao veganismo envolve a educação, conscientização e ajuda aos animais ao redor do mundo. É tudo uma questão de escolha e as roupas caem nessa opção.

Opções de roupas sem crueldade aos animais

As opções de moda sem crueldade aos animais são as mais variadas. Desde marcas de luxo a marcas mais populares, existem roupas para todos os gostos e preços. Cabe a você escolher sua opção. (Fonte: thediscerningbrute)

Não importa a sua opção de roupa. Para todo tipo de tecido animal existe um substituto igual provindo de fontes naturais. A desculpa de parecer mais sexy com uma pele de raposa não funciona mais, pois esta mesma pele tem sintéticos mais bonitos e muito mais na moda nos tempos atuais. E a moda provinda diretamente de animais é, na maior parte das vezes, muito mais cara.

Procurar por roupas certificadamente vegan e que garantem não ter envolvimento algum com o sofrimento de animais é uma tarefa difícil. O melhor conselho aqui é ir mudando gradualmente o guarda roupa a medida em que você encontra essas roupas e consegue substitutas para as roupas atuais. Mesmo porque uma troca total pode custar muito dinheiro. Roupas certificadamente ecológicas podem ser um melhor começo do que roupas vegan. Encontrá-las pela internet ou pelas roupas de sua cidade é só uma breve e rápida questão de procura.

Mas afinal, o que é a moda vegan? São as roupas, sapatos, bolsas e outros acessórios criados sem a utilização de nenhum produto animal ou derivados, garantindo também que nenhum ser vivo foi machucado ou explorado durante sua fabricação (incluso o ser humano). items feitos de couro, lã, peles e seda são os principais tecidos a evitar quando tentar fazer compras livres de crueldade.

Opção aos tecidos animais

Os tecidos provindos de fibras naturais, como o tecido de bambu, ganham espaço no mercado moderno como opção àqueles que não desejam o sofrimento animal para ficarem bonitos. (Fonte: himanerad.blogspot.com)

Achar também que assumir essa posição custa caro é um erro. Com o vegetarianismo e a geração saúde ganhando espaço na sociedade, várias marcas e das mais variadas faixas de preço já surgiram no mercado. O erro de presumir que todos os vegan são hippies também é algo muito amador.

Procure opções, leia as etiquetas,  pergunte aos vendedores, olhe o site das lojas na internet e pesquise a origem de suas roupas. Descobrir que sua marca favorita faz roupas vegan mas com trabalho escravo infantil pode mudar não só a forma como você se veste mas como você se relaciona com o mundo da moda. Sabendo disso, muitos designers já adotam posturas mais ecológicas em suas coleções e não admitem mais o sofrimento animal para suas roupas.

Novamente, moda e as roupas que você veste são questões de escolha. Cabe a você saber se prefere escolher o sofrimento de outros ou o conforto para todos.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos, dietas ou utilize substâncias, mesmo que naturais, sem a indicação de um médico especialista.

Um comentário para “Moda vegan: por que se importar com a roupa que vestimos?”

  1. Dantara

    Vocês conhecem algumas marcas vegans que tem lojas on line? Se souber passem o link por favor.

    Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)